Cuidados com a Black Friday, para não se tornar uma Black Fraude Blog

Cuidados com a Black Friday, para não se tornar uma Black Fraude
19
Nov

Cuidados com a Black Friday, para não se tornar uma Black Fraude

O mês de novembro traz consigo a Black Friday e em 2020, ela ocorrerá no dia 27, com adesão de inúmeras lojas e e-commerces.

Antes precisamos entender o que é a Black Friday: é o dia que inaugura a temporada de compras natalícias. Lojas ofertam seus produtos com descontos, condições especiais ou benefícios pós-venda.

Esse movimento comercial chegou no Brasil em 2010 e, desde lá, o número de adeptos só aumentou, tanto comércios como consumidores.

No ano de 2019, as vendas na Black Friday bateram a casa dos 3,2 bilhões de reais. Esses números são referentes aos dias 28 e 29/11, um aumento de 23,6% do mesmo período no ano de 2018.

Contudo, a época de Black Friday requer muito cuidado por parte do consumidor.

 

A Black Fraude

O termo “Black Fraude” é comum de se ouvir no Brasil, você já ouviu falar? Com a oferta massiva de vantagens, lojas de cunho malicioso vendem com benefícios que, na verdade, não existe.

Anualmente, o Procon multa diversos comércios em todo país depois de consumidores reportarem ter problemas com esses varejos. Inclusive, empresas de grande nível foram multadas por problemas na Black Friday de 2019.

 

Qual a perspectiva do Black Friday para 2020?

Com o isolamento social decorrente do novo Coronavírus, as lojas virtuais terão uma demanda muito maior de compra. É a oportunidade perfeita para quem quer fazer dinheiro se aproveitar da situação.

 

Cuidados para comprar bem na Black Friday

Falsos descontos

Precisamos prestar atenção aqui, pois algumas lojas sobem o preço e depois voltam ao preço normal, essa manobra é feita para anunciar os produtos como uma grande oferta. A dica é monitorar o preço do produto que você deseja. O consumidor deve guardar as propagandas das promoções, como prints de tela e folhetos.

 

Preço baixo, frete caro

Empresas podem anunciar o produto com um valor atrativo, porém, na hora que o consumidor olha o frete, espanta-se com o valor, dependendo o caso, pode ser mais caro que a mercadoria.

 

Descontos bons, mas em sites falsos

Lembra daquele ditado “quando a esmola é demais o santo desconfia”? Então, preços muito baixos em relação à concorrência e descontos acima de 40% são detalhes que você deve ficar atento.

Em sites suspeitos ou desconhecidos como esses, de maneira alguma insira seus dados. São frequentes os golpes com estes métodos, como a clonagem de CPF ou cartão de crédito.

 

Como evitar fraudes e golpes da Black Friday ao comprar online?

Busque sites com segurança digital, certificado SSL de criptografia. Assim, seus dados permanecem seguros de qualquer possível fraude. A dica anterior de monitorar valores em sites que você já conhece também é fundamental.

 

E você? Vai fazer compras nesta Black Friday? Se sim, preste muita atenção nas dicas de segurança que passamos aqui neste artigo.

 

Para mais novidades, fique ligado nas nossas redes sociais – Facebook, Instagram e LinkedIn.